Como começar o fim de um dia: A SURPRESA

cl6_

Eu estou ansiosa, tremendo na verdade. Em muitos anos de relacionamento, finalmente tomei coragem para fazer o que eu já estava planejando a algum tempo, mas o medo de dar errado estava aqui, fazendo-se presente, mas tenho certeza que seu olhar me tranquilizaria assim que eu me dispusesse a sua frente. Tentei me acalmar e fui para a cozinha, preparar algo para o nosso jantar… Hum, por que não começar com algo mais leve? Separei os ingredientes para uma Caesar salad em cima da bancada, peguei o balde de bebidas, coloquei um pouco de gelo e água e então coloquei um Black Swan Chardonnay para gelar…

Continue lendo

A PROFESSORINHA [CONTO]

A Professorinha

[Conto Erótico +18]

 

sexy-teacher

 

A minha primeira transa foi algo meio estranho, acho que, no fundo, de todo mundo é.

Quando eu estava na escola eu era bem NERD e por isso sempre tinha alguém que queria minha ajuda em dever de casa ou queriam fazer trabalho de escola comigo.

Em um dia acabei tendo que fazer um trabalho de física com uma garota chamada Mariana.
Não me lembro exatamente sobre o que era o trabalho, mas me lembro bem da Mariana.

Mariana era a garota mais sexy da classe, e uma das mais gostosas da escola.
Um rosto lindo, lábios carnudo, cabelos castanhos, seios razoavelmente fartos ( para nós, os garotos da escola, eram seios perfeitos ), coxas bem torneadas.

CONTINUE LENDO…

O boquete na rua [+18]

Conto (ou não) do boquete na rua +18

BOQUETE RUA

Tarde da noite o namorado leva sua garota para casa. Ao chegar no portão, se apoia calmamente no muro e pede com aquela voz melosa:

– Meu amor pra fechar à noite, faz um boquete na rua rapidinho… Ela responde assustada:

– O que é isso meu bem, na frente da minha casa?! O que você está pensando?!

– Ora, meu amor … Não tem nada de mais… A rua está escura e todo mundo já está dormindo. Faz um boquetinho faz?…

Ela continua indignada:

CONTINUE LENDO…

Uma puta mãe

CX_5-F7m

Uma puta mãe conto erótico +18

 

Ela: Amor, hoje eu quero daquele jeito. Daquele jeito que só você sabe fazer
Ele: Que jeito ?
Ela: Eu assim de costas, sentada no seu colo.
Ele: E ?
Ela: E então você encaixa devagar.
Ele: Tá sem calcinha ?
Ela: Tirei a calcinha antes de sair de casa, estou peladinha em baixo da saia.
Ele: E tá do jeito que eu gosto ?
Ela: Sim !
Ele: Raspou tudinho ?
Ela: Tudinho.

CONTINUE LENDO…

A História de Amor da puta e seu cliente

A História de Amor da puta e seu cliente

puta

Terminou o noivado havia meses e saiu de casa determinada. Agora, caminhando pela calçada, não há mais como desistir. Entre medo e desejo, vive sua fantasia: ser puta em São Paulo.

Depois de algum tempo, um carro pára, mas ela não gosta do aspecto do homem. Dizem que não se pode escolher. Bobagem. Basta jogar o preço lá pro alto. Ele não topa e segue adiante. Mais dois param e ela faz a mesma coisa. Puta não pode escolher? Ela ri…

Continue lendo

Como fazer alguém ler uma corrente

 

chain

Quando eu tinha uns 13 ou 14 anos, eu sempre colocava – de propósito – um short sem cueca quando as amigas da minha irmã mais velha vinham aqui em casa. Então eu ia pro sofá e ficava com a perna levantada, só pra elas conseguirem ver o meu CAFAJESTE duro!

Eu ficava espiando com a visão lateral se elas estavam olhando, e uma delas a cada 10 segundos dava uma olhada, e a cada olhar, eu só ficava mais excitado. Mulher gosta é de putaria mesmo ! Mais do que a gente, e ninguém sabe… O pior disso tudo é que ninguém assume e quando alguém conta a verdade, todo mundo fica de mimimi… Enfim. Continue lendo

Na pista pra negócio

 

pista-libre-principal-59122

Depois de uma semana intensa e desgastante, finalmente chega a noite de sexta-feira: hora de tocar na balada e – por que não? – ceder às tentações da carne.

Era uma festa particular muito bem organizada (leia-se: open bar), repleta de mané, mas, em contrapartida, carregada de gostosa.

Depois de duas horas bebendo profissionalmente rum e schweppes citrus, é finalmente chegada a hora do laboro.
Continue lendo