Na pista pra negócio

 

pista-libre-principal-59122

Depois de uma semana intensa e desgastante, finalmente chega a noite de sexta-feira: hora de tocar na balada e – por que não? – ceder às tentações da carne.

Era uma festa particular muito bem organizada (leia-se: open bar), repleta de mané, mas, em contrapartida, carregada de gostosa.

Depois de duas horas bebendo profissionalmente rum e schweppes citrus, é finalmente chegada a hora do laboro.
Continue lendo

Mulher solteira e desprezada? Os homens agradecem…

 

Mulher solteira e desprezada? Os homens agradecem…

 

namorar-ou-ficar-solteira

Toda mulher solteira ou não adora aquele papo feminista: sou moderninha, independente, dou pra quem eu quiser e foda-se você.

A mulher moderna acaba criando uma casca, um sistema de auto-defesa tão forte que acaba assustando todos que chegam perto dela.

É o chamado “foco”. A mulher se foca no que busca, corre atrás. E com isso vai negligenciando um dos principais setores em sua vida: relacionamento amoroso. A mulher é carente por natureza. Todas necessitam de carinho, atenção, afeto, principamente quando elas estão sangrando pelas pernas…

No começo é bacana, bancar a “female fatal”. Desperta o interesse dos homens. Mas a mulher fica ali, irredutível. Até que ela começa perceber que o grupinho de “Spice Girls” dela está se desfazendo. Uma amiga casou, outra ta noiva, a outra ta namorando e a outra juntou com uma lésbica. Só sobrou ela. E agora? O que fazer? CHORA!
Continue lendo

Por que eu odeio carnaval?

 
carnaval

Por qual motivo eu, um brasileiro, além de cafajeste, lindo, gostoso, pegador, odiaria o carnaval? Sim, por incrível que pareca, eu odeio carnaval.

Uma festa que representa a cultura brasileira por todo o mundo? Afinal… o Brasil é conhecido como o país do futebol e do carnaval.

Uma festa tão cheia de alegria, que mal pode haver nela para que eu a odeie tanto?

Talvez eu odeie o carnaval por saber que é uma festa que estagna a economia do país, fazendo-o ficar anestesiado durante os seus dias de festa.

Talvez eu odeie o carnaval por saber que a violência aumenta drasticamente durante os seus dias de festa.

Talvez eu odeie o carnaval por saber que o carnaval é a páscoa dos traficantes brasileiros.É quando o consumo de drogas entre os jovens do país aumenta assustadoramente.
Continue lendo

Amor, amor, amor! Mas o amor ainda existe?

amor ainda existe

Aaaaah o amor! Aquela sensação maravilhosa, que nos faz sentir um frio na barriga, que nos faz ter “borboletas no estômago”, nos deixa ansiosos só com a possibilidade de ver a pessoa… aaah o amor!

Bom, acabada a melação para explicar como o amor nos deixa idiotas, vamos direito ao ponto. Será que o amor ainda existe? O amor, aquele de verdade, que é pra vida toda, amor que nos faz querer passar o hoje e o resto dos nossos dias com a pessoa amada, que faz a gente se sentir a pessoa mais feliz do mundo, simplesmente por ter aquela pessoa do nosso lado.

Nos dias atuais é complicado falar sobre amor, afinal é tudo tão fácil… Ninguém se importa mais com o bom e velho amor por que as pessoas não se satisfazem mais só com um parceiro, elas querem sempre mais.
Mais parceiros, mais sexo, mais relações, mais mulheres/homens, mais mais e mais.

Um homem que namora é tachado de trouxa pelos amigos “pegadores”.

As mulheres se sentem realizadas em irem para a balada e saírem de lá se gabando por terem pegado 2, 3 ou mais.

O amor não se enquadra mais na sociedade atual e a tendência é só piorar, pois como eu disse em cima, as coisas se tornaram fáceis e acessíveis.

O que antes para o homem era considerado um prêmio, que era a sorte de levar uma mulher pra cama, hoje se tornou algo não muito difícil de obter.
Causando assim, a falta de consideração de ambas as partes, a falta de valorização ao sexo oposto.

Os homens são tidos como cafajestes, as mulheres como “periguetes”, sexo não é mais problema e ninguém mais valoriza o amor.

Não estou criticando, jamais, só que as pessoas realmente não são mais valorizadas, julgamos e somos muito julgados, muitas vezes injustamente.

Todos gostamos de sexo, casual então nem se fala, é prático, rápido, sem compromisso e sem encheção de saco. Mas temos que tomar cuidado com essa praticidade toda, ou amor da vida de alguém passa diante dos olhos desse alguém e ele nem vê!

Beijos casuais :*

Eu amo Nerds

Eu amo Nerds

 

Sexy-Geeks-I-Love_nerds-InspirationsWeb.com_
 

Grande parte das mulheres possuem algum tipo de fetiche ou fantasia sexual. Há mulheres que gostam de fazer sexo em lugares públicos, também há mulheres que são doidas para transar com locutores, jornalistas, publicitários, atores e etc.

Isso é a coisa mais normal do mundo, bem, era pra ser. Mas quando o assunto é nerd…. As coisas mudam, e mudam muito mesmo. Por que meu deus, que uma mulher não pode sentir atração sexual por um nerd?
Continue lendo

O que leva um homem a virar Cafajeste?

O que leva um homem a virar CAFAJESTE?

18 (1)

 

Imagine você sendo um homem romântico, atencioso em busca de uma mulher para manter um relacionamento estável  e você acaba conseguindo conquistar essa mulher. Nesse caso você não precisa virar um cafajeste (Ou não). Mas imagine que com o passar do tempo você sente que ela está mudada e não olha pra você com os mesmo olhos de antes. Você é capaz de imaginar isso acontecendo? Agora imagine ela te trocando por um cara que nem tá muito afim dela e que na cama em vez de dar carinho, ele há da tapa na cara e faz dela gato e sapato e vive traindo ela com outras. E agora? Vai tomar vergonha na cara e virar Cafajeste?

 

Bem o que acontece é que o ser humano é um ser mutável e se não fosse essa habilidade nossa, jamais teríamos chegado aonde chegamos, e por lei de sobrevivência fazemos mudanças radicais do dia pra noite, tanto de pensamento como de atitude. Trazendo essa segunda explicação para os dias de hoje, é como se um jovem aparentemente normal, decida se tornar punk e seguir a sua ideologia, fazendo assim mudanças drásticas no seu jeito de se vestir e agir.

Continue lendo