Homens podem ter problemas para atingir o Clímax

homem problema climax

Quando se trata de sexo, as leis da física não se aplicam aos homens com a mesma eficiência que na natureza: o que sobe às vezes desce rapidamente ou permanece no alto por um tempo muito longo.

A estamina que nunca acaba – e o pênis sempre ereto – pode soar bom na teoria, mas na realidade também pode ser exaustivo e estranho para o casal, como divulgou o site da Fox News nesta segunda-feira (1), visto que muitas vezes, por falta de diálogo, o casal entra em crise porque ela acha que a demora em atingir o clímax por parte dele pode ser por falta de interesse nela ou algum outro problema com a parceira.

Essa condição, chamada de ejaculação atrasada, costumava ser um problema raro quando comparada à outras desordens sexuais masculinas, como a disfunção erétil e a ejaculação precoce. A terapeuta e sexóloga Madeleine Castellanos, autora do livro Penis Problems: a men’s guide (problemas do pênis: um guia do homem, em tradução livre e ainda indisponível em português), constatou que o problema tem se tornado sério.

Segundo Madeleine, um dos problemas que causam este mal é o fácil acesso à pornografia, que tornou a masturbação masculina algo comum e que pode influenciar no tempo que o homem demora para atingir o orgasmo e a ejaculação no sexo de verdade, além de ter uma estimulação visual muito intensa, que pode atrasar o pico de excitação com uma parceria de verdade.

A ejaculação atrasada é um problema com o qual o homem nasce e que pode ser influenciada por diferentes fatores, como:

– Medicação: diferentes remédios podem ter como efeito colateral o atraso da ejaculação, como os antidepressivos, remédios para pressão alta, ansiedade, analgésicos, antigripais etc.

– Álcool: um pouco de bebida pode te deixar no clima, mas grandes quantidades afetam a capacidade de manter a ereção e ejacular, pois o álcool é um depressor do sistema nervoso central e diminui as atividades cerebrais necessárias para atingir o orgasmo.

– Problemas emocionais: alguns homens não se sentem conectados mentalmente à parceira e não conseguem se concentrar para atingir o clímax, assim como se preocupar com a performance ou outros assuntos.

O que fazer para tratar o problema
Há tratamento para o mal, como cortar a ingestão de bebida alcoólica e deixar a pornografia de lado, assim como a masturbação. Comunicação é essencial para tratar o problema, pois junto da parceria podem descobrir posições que ajudam na excitação e outras que atrapalham, além de fazer a parceira compreender que a ejaculação atrasada não é causada por ela.

CLASSIFIQUE ESSE POST: O que achou?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *