10 ensinamentos para reconhecer um Cafajeste

10 lições de vida para reconhecer um Cafajeste:

 

reconhecer um cafajeste

1. Um cafajeste não é o mesmo que um cretino.

O primeiro passo pra reconhecer um cafajeste é saber diferenciá-lo de um cretino. Cretinos são ogros disfarçados de gente, do tipo que agarra uma mulher pelo braço e tenta beijar à força, faz grosserias com a namorada em público, é extremamente machista, possessivo, ciumento, violento (verbal e fisicamente) e egoísta.

 

2. Movimentos friamente calculados:

Cafajestes, ao contrário dos cretinos, não são dados a impulsividade. Eles sabem exatamente o que fazem, são homens decidos, que lideram, que conduzem a mulher pra onde querem (geralmente até a cama deles) apenas com o uso do seu charme. E sim, eles são charmosos! Cada passo que eles dão em direção e uma mulher é extremamente calculado de maneira a obter o resultado que eles desejam. Um cafajeste jamais vai com muita sede ao pote. Ele não “agarra” um mulher… ele a seduz até um ponto em que ela queira agarrá-lo.

 

3. Discrição é a alma do negócio:

Cafajestes não fazem alarde sobre suas conquistas, a não ser entre amigos íntimos. Em público são discretos e quando estão interessados em uma mulher demonstram interesse sem exagero, com olhares certeiros, mas sem “comer com os olhos”.

 

4. Homem de alma feminina:

Cafajestes geralmente se vendem como homens “sensíveis” e costumam fisgar a mulher contando histórias bonitinhas sobre a família, sobre como ele gosta de levar o sobrinho no parquinho, como ele cuida da irmã ou coisa do tipo. Cafajestes conhecem o modus operandi da mente feminina e sabem dizer exatamente o que as mulheres querem ouvir. O objetivo deles? É simples: mulheres encantadas baixam a guarda e revelam o ponto fraco a ser atacado, é só disso que eles precisam para fisgarem mais um coração.

 

5. Morder para assoprar:

Cafajestes procuram sempre confundir as mulheres, com ações totalmente contraditórias, ora fofas, ora blasé. Ao mesmo tempo em que eles mandam sinais de estarem apaixonados, também costumam agir como se não dessem a mínima: num dia eles te mandam flores, enviam mensagens apaixonadas e, no outro, desaparecem completamente, e depois reaparecem. Eles gostam de ser imprevisíveis e fazem o que querem, quando querem. Isso deixa as garotas perdidas…

 

6. Curso de enrolação avançado:

O Cafajeste consegue enrolar indefinidamente uma mulher com palavras e atitudes que dão margem a várias interpretações. Ou seja, cafajestes não mentem, eles omitem! Um cafajeste nunca dirá com todas as letras um “quer namorar comigo?”ou “te amo!” e coisa do tipo. Experimente perguntar algo como “Estamos namorando?”. Em vez de responder, ele vai abrir aquele sorriso encantador e vai te dar um beijo de tirar o fôlego te fazendo esquecer até quem você é. E aí, na sua cabecinha de vento, você vai achar que o beijo foi um “sim”. Até você descobrir, na semana seguinte, que ele está saindo com a Mariazinha e quando você questioná-lo ele vai dizer algo do tipo: “eu nunca disse que a gente estava namorando”, achei que tinha deixado claro que eu estava curtindo, mas não era nada sério.

 

7. Aversão ao compromisso:

Cafajestes não namoram – a menos que realmente caiam na armadilha de se apaixonar de verdade (o que é extremamente RARO). Para manterem seus “relacionamentos” num eterno banho maria, eles sempre inventam que estão passando por um momento difícil, ou dizem que acabaram de sair de uma relação, que estão numa fase complicada no trabalho e não têm tempo ou que gostariam muito de se entregar mas estão traumatizados e têm medo… ou coisa do tipo. Ao mesmo tempo, pra manter a mulher interessada eles fazem declarações do tipo “nunca conheci alguém como você” ou “ninguém nunca me olhou do jeito que você me olha” ou ainda “eu não lembro de ter conhecido uma menina tão especial quanto você, faz muito tempo que não me interesso assim por alguém”, tudo pra te fazer acreditar que você pode ser aquela capaz de conseguir causar o degelo do coração dele.

 

8. No limite entre a arrogância e auto-confiança:

Quase sempre é difícil diferenciar se o cafajeste é auto-confiante ou arrogante. Além de tudo, cafajestes se sentem porque geralmente tem uma boa aparência e muito charme, além de saberem se impor, coisa que muitas mulheres gostam. Esse tipo de personalidade cria um círculo vicioso a favor deles: 1) a beleza e o charme atraem mulheres; 2) o assédio das mulheres aumentam sua auto-estima; 3) auto-estima elevada atrai mais mulheres. 4) a mente humana pensa algo como “se todas querem, ele deve ser bom”, fazendo com que aumente ainda mais o assédio e consequentemente, a auto-estima do sujeito. Esse ciclo só pode ser quebrado quando alguém descobrir que o cara é uma farsa, uma invenção, uma imagem projetada pelo olhar de mulheres que seguiram cegamente aquelas que foram atraídas num primeiro momento pela beleza física.

 

9. Não só um corpinho bonito:

Cafajestes não são aquele tipo cujo único assunto é futebol, a última capa da playboy e videogame. Não! Um cafajeste típico é inteligente, sedutor, instigante, interessante e consegue falar sobre qualquer assunto. Ele é capaz de falar sobre todos os tipos de assunto imagináveis, desde como investir na bolsa de valores até cinema cult, a economia mundial, fome na África, BRICs, o crescimento da América Latina, a questão das FARCs na Colômbia, história do Brasil, esportes e se duvidar até moda.

 

10. Lê o CAFAJESTE

Bom, esse fala por si só!

 

Beijos! E um tapa na bunda.

CLASSIFIQUE ESSE POST: O que achou?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *